Barra de Vídeo

Loading...

sábado, 9 de março de 2013

CARREGA PORTO: FC PORTO 2-0 ESTORIL PRAIA


FC Porto-Estoril, 2-0
Liga, 22.ª jornada
8 de Março de 2013
Estádio do Dragão, no Porto
Assistência: 24.604 espectadores

Árbitro: Nuno Almeida (Algarve)
Assistentes: Pais António e Paulo Ramos
Quarto Árbitro: Nuno Pereira

FC PORTO: Helton; Danilo, Maicon, Otamendi e Alex Sandro; Fernando, Lucho González (cap.) e Defour; James, Jackson Martínez e Atsu
Substituições: Lucho González por Castro (56m) e James por Varela (56m) e Defour por Izmaylov (72m)
Não utilizados: Fabiano, Quiño, Liedson e Abdoulaye
Treinador: Vítor Pereira

ESTORIL: Vagner; Mano, Yohan Tavares, Steven Vitória (cap.) e Jefferson; Gonçalo Santos e Diogo Amado; Carlitos, Evandro e Carlos Eduardo; Licá
Substituições: Diogo Amado por Luís Leal (57m), Carlitos por Gerso (75m) e Gonçalo Santos por Tony Taylor (75m)
Não utilizados: Mário Matos, Anderson Luís, João Pedro e João Coimbra
Treinador: Marco Silva

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: Maicon (4m) e Jackson Martínez (13m, pen.)
Cartão amarelo: Luís Leal (90m+1)


O FC Porto venceu ontem o Estoril Praia por 2-0. O FC Porto resolveu o jogo no primeiro quarto de hora. Logo aos quatro minutos, o central Maicon deu de cabeça, o melhor seguimento a um canto de James Rodríguez. Os Dragões continuaram a pressionar e volvidos mais dez minutos ampliaram a vantagem. Mão na bola de Mano na área, com Jackson Martínez a não desperdiçar a grande penalidade. Foi o 23.º golo do colombiano na Liga.
Com o compromisso da Champions na mente, o FC Porto desacelerou na segunda parte, gerindo a vantagem sem problemas de maior.
Com esta vitória, o FC Porto volta provisoriamente à liderança isolada da Liga, com 56 pontos, mais um do que o Benfica, que depois de amanhã recebe o Gil Vicente na 22.ª jornada.


DECLARAÇÕES
Vítor Pereira: "Satisfeito com a equipa"
Vítor Pereira mostrou-se satisfeito com a vitória e com o arranque no jogo, que resolveu a partida nos primeiros minutos. O treinador do FC Porto elogiou o comportamento da equipa, que não concedeu qualquer oportunidade ao adversário.

"Entrámos com qualidade e fizemos dois golos. Defrontámos um adversário com qualidade, que tem bons jogadores, individual e colectivamente. O resultado é justo e estou satisfeito com a equipa".

"Mostrámos qualidade, entrámos fortes. Fizemos dois golos cedo, essa vantagem foi importante. Fomos controlando o jogo, não permitimos que o adversário tivesse oportunidades. É um jogo em que estamos a ganhar 2-0 e o subconsciente dos jogadores também pesa. Nunca esteve em causa o resultado. Podíamos ter marcado mais um ou dois golos".

"Sabíamos que estávamos a defrontar uma equipa-sensação, que tem qualidade. Não quisemos facilitar. Não me recordo de oportunidades do Estoril".

Fernando, "Conseguimos controlar bem"
"Entramos fortes, controlamos o jogo e conseguimos o resultado positivo que passava pelos três pontos. Não foi uma questão de pensar muito no Málaga. A verdade é que entrámos bem, controlamos bem, mas o Estoril criou-nos alguns problemas e tivemos de baixar a intensidade do jogo".

Temos sempre o objectivo representar a nossa selecção. Cabe ao seleccionador optar, não optou por nós, é um direito dele. O campeonato português não tem muita visibilidade no Brasil, mas vamos continuar a trabalhar como até aqui, um dia chegará a nossa vez".


Sem comentários:

Enviar um comentário